16º Congresso Brasileiro de Clínica Médica

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Relato de paciente com micronódulos pulmonares e poliartrite: Tuberculose miliar com síndrome de Poncet ou síndrome de Caplan?

Fundamentação/Introdução

A tuberculose (TB) miliar é uma forma disseminada de TB, potencialmente fatal. Está relacionada, principalmente, a pacientes imunocomprometidos e ocorre por disseminação hematogênica do Mycobacterium tuberculosis.
A doença de Poncet é uma condição clínica rara, caracterizada por um acometimento poliarticular em um paciente com diagnóstico de TB, sem evidência de invasão direta do bacilo nas articulações, configurando uma artrite reativa.
A Sídrome de Caplan é caracterizada por nódulos reumatoides pulmonares em pacientes com artrite reumatoide (AR) associados a pneumoconioses.

Objetivos

Esse relato de caso tem como objetivo relatar a investigação etiológica de um paciente com poliartrite e micronódulos pulmonares.

Delineamento e Métodos

Descrição do Caso: Homem, 52 anos, pedreiro com exposição a micropartículas de sílica, com quadro de poliartrite de início há 10 meses com predomínio em joelhos, em tratamento irregular com corticosteroides injetáveis com periodicidade mensal. Evoluiu com inapetência e emagrecimento de 8 quilos em 3 meses e dor ventilatório dependente à esquerda. Nega comorbidades e uso de outras medicações.

Resultados

A tomografia de tórax evidenciou micronódulos esparsos em ambos os pulmões, o maior medindo até 7 mm, associado a espessamento dos septos inter e intralobulares, sugerindo como diagnóstico diferencial TB miliar ou pneumoconiose. Exames laboratoriais revelaram: fator reumatoide 933,1 UI/mL, anticorpo anti-petídeo citrulinado cíclico 112 U/mL e fator anti-núcleo padrão nuclear pontilhado fino denso 1/320. PPD negativo. Em lavado brônquico, pesquisa de BAAR e fungos negativa. Realizada biópsia transbrônquica sem material suficiente para análise, optado por biópsia a céu aberto, com retirada de tecido pulmonar de lobo médio com características de processo inflamatório crônico granulomatoso permeado por áreas de necrose caseosa. Iniciado tratamento para TB com esquema quádruplo e AR com hidroxicloroquina devido menor efeito imunossupressor. Após 2 meses de tratamento, iniciado leflunomida e, após termino do tratamento da TB, trocado por metotrexato devido manutenção de alta atividade da doença.

Conclusões/Considerações Finais

Relatamos o caso de um paciente com quadro clínico e laboratorial compatível com AR e que desenvolveu provável imunossupressão devido injeções mensais de corticosteroides, evoluindo com TB miliar, trazendo um desafio terapêutico entre o tratamento de infecção grave pulmonar e necessidade de tratamento imunossupressor para controle de atividade da doença autoimune.

Palavras Chave

atrite reumatoide, tuberculose

Área

Clínica Médica

Instituições

Santa Casa de Misericórdia de Araçatuba - São Paulo - Brasil

Autores

KARENN KAROLINNE SILVA ELIAS, ISIS MONIQUE COSTA CASCINI, JOAO VITOR PEREIRA CUNHA, LUARA DANTAS ESPINOSA, RAFAEL SAAD