16º Congresso Brasileiro de Clínica Médica

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Importância da fundoscopia direta com smartphone para o diagnóstico de endocardite infecciosa: relato de 2 casos.

Fundamentação/Introdução

Endocardite infecciosa (EI) é definida como uma infecção acometendo o endocárdio consequente a uma bacteremia. Sua lesão se caracteriza por uma vegetação formada de fibrina e plaquetas sobre a superfície endotelial, tendo como microorganismos causadores mais comuns estreptococos, estafilococos, enterococos e Gram-negativos. As manifestações frequentemente associadas são febre, calafrios, sopro cardíaco, hepatoesplenomegalia e fenômenos imunológicos como as manchas de Roth, que são definidas como hemorragias retinianas de halo central esbranquiçado encontradas na fundoscopia e se enquadram nos critérios diagnósticos menores de Duke.

Objetivos

Destacar a importância da fundoscopia na avaliação do paciente com suspeita de EI.

Delineamento e Métodos

Descrevemos dois casos de pacientes submetidos a fundoscopia com auxílio de oftalmoscópio panoptic Welch Allyn® acoplado a smartphone por suporte adaptador de microscópio, feito em impressora 3D.

Resultados

Caso 1: Homem, 31 anos, com febre, emagrecimento e anemia há um mês, internado em enfermaria de Clínica Médica para investigação. Ao exame clínico ictus desviado à esquerda, taquicárdico e pressão arterial de 150x50mmHg. À ausculta cardíaca, presença de sopro sistólico ++/6 e diastólico aspirativo +++/6 em foco aórtico. Pulsos em martelo d’água, estando presentes o sinal de Duroziez e o sinal de Quincke. Presença de artrite em punhos, joelhos e tornozelos. Hepatomegalia ao exame abdominal. À fundoscopia identificada mancha de Roth em olho esquerdo. Em quatro hemoculturas houve crescimento de Streptococcus spp. Ecocardiograma transtorácico evidenciou insuficiência aórtica importante, aumento de câmaras esquerdas, não sendo visualizada vegetação.
Caso 2: Homem, 41 anos, há 2 anos com episódio de EI e troca por valva aórtica mecânica, há 4 meses com febre recorrente e anemia. Ecocardiograma transesofágico ambulatorial sem visualização de vegetação. Ao exame clínico apresentava presença de novo sopro aórtico diástólico 4+/6+ à ausculta cardíaca e hepatoesplenomegalia. À fundoscopia foi identificada mancha de Roth em ambos os olhos. Duas amostras de hemocultura com crescimento de Citrobacter freundii.

Conclusões/Considerações Finais

Os casos relatados demonstram a importância da fundoscopia, recurso valioso e subutilizado nos dias atuais, na avaliação do paciente, em especial na suspeita de EI, com a sugestão do uso de smartphone para registro e auxílio no ensino médico.

Palavras Chave

endocardite bacteriana; oftalmoscopia

Área

Clínica Médica

Instituições

Santa Casa de Misericórdia de Araçatuba - São Paulo - Brasil

Autores

LETICIA MARIA PESCININI-SALZEDAS, ANA PAULA RIBEIRO, MARIANA PAULA MATOS, ISIS MONIQUE COSTA CASCINI, RAFAEL SAAD