16º Congresso Brasileiro de Clínica Médica

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

PERFIL CLINICO-EPIDEMIOLOGICO DE PACIENTES JOVENS COM SINDROME CORONARIANA AGUDA EM HOSPITAL TERCIARIO DO RIO DE JANEIRO

Fundamentação/Introdução

A doença coronariana (DAC) permanece a principal causa de morbimortalidade no mundo. Embora a incidência de Síndrome Coronariana Aguda (SCA) tenha diminuído entre a população mais velha, jovens não apresentaram redução dos eventos cardiovasculares.
Os dados sobre infarto do miocárdio (IM) em menores de 45 anos de idade são escassos. Quando comparados aos fatores de risco tradicionais da SCA, sexo masculino, tabagismo e história familiar de DAC prematura são mais prevalentes. Além disso, a maioria dos pacientes jovens apresenta maior proporção de IM sem elevação do ST. Apesar de melhor prognóstico de curto prazo quando comparados à população mais velha, estudos recentes demonstram preocupação em relação ao prognóstico tardio.
Nesse contexto, torna-se necessário a avaliação do perfil clínico e epidemiológico dos pacientes que apresentam SCA na idade jovem.

Objetivos

Analisar o perfil clínico e epidemiológico de pacientes menores de 45 anos que apresentaram síndrome coronariana aguda e foram submetidos a cineangiocoronariografia em um hospital terciário do Rio de Janeiro no período de setembro de 2014 a julho de 2021.

Delineamento e Métodos

Os dados coletados foram codificados e as análises foram realizadas utilizando o programa Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) versão 26. As variáveis numéricas foram expressas como média, enquanto variáveis categóricas foram expressas em porcentagem.
Trata-se de um estudo observacional, transversal e retrospectivo de pacientes submetidos a cineangiocoronariografia na Unidade de Hemodinâmica do Hospital Quinta D’or no período de setembro de 2014 a julho de 2021. Foram incluídos pacientes que sofreram Infarto Agudo do Miocárdio com Supradesnivelamento do Segmento ST (IAMCSST), Síndrome Coronariana Aguda sem Supradesnivelamento do Segmento ST (SCASSST) e Angina Instável (AI) para análise epidemiológica.

Resultados

O grupo analisado incluiu 126 pacientes com idade menor que 45 anos submetidos a cineangiocoronariografia. A média de idade foi 40,32 anos. Houve predominância do sexo masculino (76,2% dos casos). A principal indicação para o procedimento foi SCASSST (42,1%), seguida de IAMCSST e AI (31,0% e 27,0%, respectivamente). Angioplastia foi realizada em 60,3% dos pacientes. A maioria dos pacientes não apresentava histórico de IAM prévio (95,2%); 51,6% dos pacientes eram hipertensos. Tabagismo e ex-tabagismo foram observados em apenas 23,8% e 5,6% dos casos, respectivamente. Apenas 25,4% dos pacientes eram dislipidemicos.

Conclusões/Considerações finais

A SCA em jovens permanece um grande desafio e apresenta peculiaridades em relação aos mais idosos. Nesta amostra a SCASSST foi a principal forma de apresentação e a comorbidade mais prevalente foi a hipertensão arterial.

Palavras Chave

Síndrome Coronariana Aguda; Jovem; Epidemiologia

Área

Clínica Médica

Instituições

Hospital Quinta D'or - Rio de Janeiro - Brasil

Autores

CAROLINE MILLON, VITHORIA VIDOTTI, ANDRE CASARSA MARQUES, PAOLO BLANCO VILLELA, FELIPE MAIA