16º Congresso Brasileiro de Clínica Médica

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Relato de caso: Hanseníase Virchowiana

Fundamentação/Introdução

A hanseníase é uma doença infectocontagiosa que envolve pele e nervos periféricos e tem como agentes etiológicos o Mycobacterium leprae e Mycobacterium lepromatosis. Apresenta amplo espectro clínico, que varia do pólo tuberculóide ao virchowiano, sendo muitas vezes considerada um desafio diagnóstico.

Objetivos

O presente estudo tem como objetivo relatar um caso de Hanseníase na forma virchowiana, diagnosticado na prática clínica.

Delineamento e Métodos

Relato de caso clínico.

Resultados

APAF, 31 anos, negra, doméstica, foi admitida no HSI devido a um quadro de infecção do trato urinário. Apesar de não ser a queixa principal, foram observadas lesões nodulares, endurecidas e normocrômicas em face, dorso das mãos, cotovelos e lóbulos das orelhas, além de lesões crostosas em dorso dos pés que tiveram início há 05 anos. A paciente nunca havia buscado atendimento médico para investigação. A pele era xerótica e com aspecto apergaminhado e a infiltração da face e orelhas, com manutenção dos cabelos, conferia-lhe o aspecto de fáceis leonina. Negava dor ou prurido associado. Foi observado madarose.

HPP: HAS/ Em uso: Atenolol e hidroclorotiazida.

Exames da admissão:
TC de tórax (23/06/21): Sem alterações.
Laboratório: Hb: 9,12/VCM:75/HCM:22,24/RDW:19,5/Plaq:18000/Leuco: 19000/ Bast:2%/ Seg:79%/ Eosinof:1%/ Amilase: 48/ Cr:1,3/ Glicose:110/ PCR:177/ TGO: 104/ TGP:34/ Ur:98,5/ EAS com nitrito +, piócitos numerosos e flora aumentada.
Diante do quadro citado acima, foi levantada a hipótese diagnóstica de Hanseníase Virchowiana, sendo confirmada com a seguinte bacioloscopia:
Pesquisa de BAAR (24/06/21) – Material: Raspado intradérmico.
Resultados:
Lóbulo direito: IB = (6+) >1000 bacilos, em média, em cada campo examinado;
Lóbulo esquerdo: IB = (6+) >1000 bacilos, em média, em cada campo examinado;
Cotovelo esquerdo: IB = (6+) >1000 bacilos, em média, em cada campo examinado;
Facial IB = (6+) >1000 bacilos, em média, em cada campo examinado.

A paciente foi encaminhada ao centro de referência no Hospital da FHEMIG, onde iniciou tratamento preconizado.

Conclusões/Considerações Finais

A hanseníase é uma doença de importante relevância no Brasil, que deve ser diagnosticada e abordada precocemente. Sendo assim, considera-se de suma importância o relato de caso para que possamos difundir o conhecimento, evitando diagnósticos tardios e sequelas incapacitantes.

Palavras Chave

hanseníase virchowiana

Área

Clínica Médica

Instituições

Hospital Santa Isabel - Minas Gerais - Brasil, UNIFAGOC - Centro Universitário Governador Ozanam Coelho - Minas Gerais - Brasil, Universidade Federal de Viçosa - UFV - Minas Gerais - Brasil

Autores

FLAVIO MARQUES ANDREON, BRUNO DOS SANTOS FARNETANO, CAMILA PENA CORRÊA