16º Congresso Brasileiro de Clínica Médica

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

SÍNDROME DE RAMSAY-HUNT EM PACIENTE JOVEM IMUNOCOMPETENTE: UM RELATO DE CASO

Fundamentação/Introdução

A síndrome de Ramsay-Hunt (SRH) caracteriza-se pelo comprometimento agudo do gânglio geniculado do nervo facial pelo vírus da varicela-zóster e, geralmente, deve-se pela reativação de um foco latente de infecção. Caracterizada pela tríade clássica de erupção herpética, independente de sua fase, ao redor do meato acústico externo e pavilhão auricular; paralisia facial periférica (PFP) ipsilateral e lagoftalmo. Classicamente, ocorre em pacientes acima dos 50 anos e com comorbidades, tais quais diabetes mellitus. Seu diagnóstico é eminentemente clínico.

Objetivos

Relatar um caso de SRH em paciente jovem sem comorbidades, fugindo à regra clássica de manifestação da doença

Delineamento e Métodos

M.H.R.C, 18 anos, vem à consulta com a neurologia pois há 3 dias vem apresentando quadro de desvio de rima labial à direita, perda de motricidade em hemiface esquerda e presença de lesões em região de meato acústico externo. Segundo informado, o mesmo já manifestou varicela durante a infância, porém sem episódios de recorrência de zóster. Nega quaisquer comorbidades ou uso contínuo de medicamentos. Durante realização do exame físico, presença de PFP à esquerda, grau 4 na Escala de House-Brackmann (EHB) associado a lagoftalmia, baixo grau de dificuldade para fala e, em ectoscopia de meato acústico externo esquerdo, presença de lesões vesico-bolhosas, outras já crostosas, com dor neuropática irradiando para região de hemiface e cervical anterior comprometidas. Sem quaisquer outras queixas ou alterações em exame físico. Exames laboratoriais e bioquímicos sem alterações. Tomografia de crânio dentro da normalidade.

Resultados

Iniciado terapia com Aciclovir 800 mg/dia via oral, por 7 dias e corticoterapia oral com desmame gradual, além de fisioterapia motora. Atualmente, o paciente demonstra melhora parcial da PFP, grau 2 na EHB, mantendo realização de fisioterapia para melhora da motricidade facial. Nova avaliação do pavilhão auricular, apresentando lesões em convalescença. Seguimos acompanhando o paciente ambulatorialmente.

Conclusões/Considerações Finais

O tratamento da SHR com aciclovir e glicocorticoide parece determinar melhores desfechos, especialmente em relação ao tempo, intensidade dos sintomas e controle da dor. Se não tratado em tempo hábil, pode determinar sequelas ao paciente. Assim, apesar da SHR ser uma complicação rara, o reconhecimento precoce dessa patologia é importante para seu diagnóstico correto, permitindo o manejo adequado em tempo hábil e prevenção de complicações e sequelas.

Palavras Chave

Síndrome de Ramsay-Hunt; Infecção Herpética; Paralisia Facial Periférica aguda; Nervos Cranianos. 

Área

Clínica Médica

Autores

GABRIELA DE VASCONCELOS SANTANA, VICTOR HUGO DE SOUZA SILVA GOMES, BIANCA BARBOSA ARALDI, MILLA TRABACHIN FERRAZ FAÇANHA, HELOÍSE HELENA SIQUEIRA