16º Congresso Brasileiro de Clínica Médica

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

APENDICITE AGUDA ASSOCIADA A FIBROPLASIA E REAÇÃO XANTOMATOSA: UM RELATO DE CASO

Fundamentação/Introdução

A apendicite aguda pode ser compreendida como uma inflamação do apêndice vermiforme vestigial, sendo uma das principais causas de abdômen agudo. Tendo em vista o aspecto anatomopatológico, tal enfermidade pode ser classificada em: catarral, flegmonosa, gangrenosa e perfurativa, sendo a segunda fase mais relacionada ao processo inflamatório, o qual gera lesão tecidual e, por conseguinte favorece a formação de tecido fibroso, caracterizando a fibroplasia.

Objetivos

O presente estudo tem como objetivo relatar um raro caso de apendicite aguda associada a fibroplasia e reação xantomatosa, bem como descrever e esclarecer os aspectos clínicos e as medidas terapêuticas adotadas.

Delineamento e Métodos

Descrição do caso: Paciente 69 anos, feminina, dá entrada no Hospital Regional de Araguaína Tocantins com quadro de dor continua, tipo cólica, intensidade 6/10, em hipocôndrio direito, associado a diarreia, inapetência e oligúria de início há 20 dias do dia da internação. Ao exame: massa palpável de 5 cm em quadrante inferior direito de abdome. Hipertensa em uso de Losartana 50 mg e Hidroclorotiazida 25 mg. Nega diabetes e dislipidemia. Ultrassonografia de Abdome evidenciou Hidronefrose grau I a direita. Tomografia Computadorizada apresentou lesão nodular medindo 5,6 × 5,2 cm em região anexial direita comprimindo ureter homolateral. Feita laparotomia pela suspeita de neoplasia ovariana a direita. O tumor consistia uma grande extensão de ovário, trompa, ureter direitos, apêndice e ceco.

Resultados

.

Conclusões/Considerações Finais

A peça anatômica foi ressecada após apendicectomia, linfadenectomia, biópsia de parede uterina e colectomia direita, seu estudo histopatológico não evidenciou malignidade. Se tratava de uma Apendicite Aguda associada a intensa fibroplasia e reação xantomatosa. Paciente segue em bom estado geral com excelente pós-operatório.

Palavras Chave

Apendicite aguda; Fibroplasia; Reação xantomatosa.

Área

Clínica Médica

Autores

LARISSA ROCHA BRASIL, LAURA CAMAROTA BORGES , VINICIUS ALVES CARVALHO , EVERTON PEREIRA DIAS LOPES