16º Congresso Brasileiro de Clínica Médica

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

HIPERPARATIREOIDISMO PRIMÁRIO ASSOCIADO À NEOPLASIA ENDÓCRINA MÚLTIPLA TIPO 1 RELATO DE CASO

Fundamentação/Introdução

O Hiperparatireoidismo primário (HPP) é uma endocrinopatia caracterizada pela hipersecreção de paratormônio (PTH) com excesso de absorção renal e intestinal de cálcio, fosfatúria, hipercalcemia, hipofosfatemia, e aumento da reabsorção óssea. Os pacientes podem ser assintomáticos ou sintomáticos exibindo manifestações osteoarticulares, renais, gastrointestinais, neuromusculares e psicológicas.

Objetivos

Apresentar via exposição ao congresso supracitado um relato de caso sobre Hiperparatireoidismo Primário diagnosticado laboratorialmente em nível terciário em paciente assintomática, pois o HPP pode se apresentar de forma assintomática ou sintomática, tornando as alterações laboratoriais essenciais para o diagnóstico dessa doença.

Delineamento e Métodos

C.S.O., feminino, 45 anos, hospitalizada pós consulta ambulatorial por hipercalcemia evidenciada em exame laboratorial recente, assintomática. História de nefrolitíase e duas neurocirurgias para tratamento de prolactinoma (2000 e 2006). Apresenta dislipidemia e hipotireoidismo onde está em uso de Prednisona, Alendronato de Sódio, Sinvastatina, Levotiroxina e Vitamina D. Irmãos falecidos com o diagnóstico de prolactinoma, insulinoma e pancreatite aguda. Pai falecido por câncer de estômago e outro irmão com prolactinoma há 5 anos em tratamento. Mãe sem comorbidades.

Resultados

Laboratório: PTH = 447 pg/mL; Vitamina D = 224,2 ng/mL; Prolactina = 5,50 ng/mL; Cálcio total = 15,4 mg/dL; Cálcio iônico = 7,2 mg/dL; Albumina = 4,6 g/dL. Ca urinário 14,2. Ultrassonografia do aparelho urinário, cervical com Doppler, eletrocardiograma e radiografia de ossos longos sem alterações. Radiografia de crânio com lesões em sal e pimenta. Optamos por conduta: hidratação venosa importante 2000 ml/dia. Após realização do diagnóstico clínico de HPP, paciente recebeu alta hospitalar para acompanhamento ambulatorial, estável.

Conclusões/Considerações Finais

O HPP é uma importante causa de hipercalcemia. O adenoma de paratireoide produtor de PTH é a principal causa, seguido da hiperplasia glandular e carcinoma de paratireoides. O HPP pode fazer parte de uma neoplasia endócrina múltipla (NEM) como a NEM 1, principal hipótese no caso devido a história pessoal e familiar. Apesar da hipercalcemia, a paciente mantinha-se assintomática, pois os atuais níveis calcêmicos já estavam presentes em diversos exames anteriores desde 2018, sempre acima de 15,0 mg/dL, caracterizando um quadro crônico. No contexto de indisponibilidade de medicamento e após exclusão de sinais gravidade, optou-se pelo acompanhamento ambulatorial.

Palavras Chave

Hiperparatireodismo primário ; forma assintomática ; neoplasia endócrina múltipla tipo 1.

Área

Clínica Médica

Instituições

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA - Minas Gerais - Brasil

Autores

JADER OLIVEIRA DOS SANTOS, VIVIAN SANTANA SANTANA SOARES RIBEIRO, DIEGO SOUSA FERNANDES, SARA FIO GIORI, SARAH ESTERQUINI ESTERQUINI DE OLIVEIRA